CulturaLisboa RideNEW LINE

Teatro D. Maria II assinala e celebra a companhia

No próximo dia 26 de fevereiro, sábado, às 15h, o Salão Nobre Ageas será palco de Malhereusement Amélie est née – uma carta de amor, uma peça dirigida por Mónica Garnel e Inês Vaz, que assinala os 100 anos da criação da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro. Criada pelo casal Amélia Rey Colaço e Manuel Robles Monteiro, ambos discípulos de Augusto Rosa (1852-1918), esta foi das mais importantes companhias da história do teatro português, particularmente do século XX.

Sobre a Companhia

Amélia Rey Colaço desafiou, na vida e no seu percurso artístico, os lugares reservados às mulheres, nomeadamente de uma certa condição social. A par com o marido Robles Monteiro, também ator consagrado, formou a Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro, que viria a ter uma importância incontornável e a tornar-se uma das companhias com maior longevidade na História do Teatro Português do século XX. Ao longo de mais de 50 anos – dos quais 35 na direção do Teatro Nacional D. Maria II -, Amélia Rey Colaço e Robles Monteiro desempenharam vários papéis na atividade da companhia, com força, determinação, ambiguidade, controvérsia, paixão, contradição e, sobretudo, amor.

O espetáculo sobre o amor

Nesta comemoração, as atrizes Mónica Garnel, bisneta de Amélia Rey Colaço, e Inês Vaz juntam-se a um grupo de jovens recém licenciadas/os da Escola Superior de Teatro e Cinema, para evocar desejos, paixões e a memória da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro, na iniciativa Malhereusement Amélie est née – uma carta de amor.

Apresentar uma “celebração” da companhia num espetáculo em formato de leitura encenada, que pretende também refletir sobre a história do teatro em Portugal no século XX, assim como do país, tendo em conta a sua longevidade, foi o objetivo da iniciativa, disse Mónica Garnel à agência Lusa. Para a conceção do espetáculo, que surgiu como resposta a um desafio feito pelo diretor artístico do D. Maria II, Pedro Penim, a equipa utilizou materiais como cartas da que é considerada a maior atriz de teatro do século XX, Amélia Rey Colaço, programas televisivos e radiofónicos.

Garanta seu bilhete gratuito

Esta celebração dos 100 anos da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro terá lugar no Salão Nobre Ageas, no Teatro Nacional D. Maria II, no dia 26 de fevereiro, sábado, às 15h. A entrada é gratuita sujeita à lotação disponível, sendo necessária reserva de lugares até 48h antes da sessão.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *