CulturaLisboa RideNEW LINE

O mais inovador, estimulante, diferente e atraente cinema espanhol regressa a Lisboa e traz novas parcerias. O CineFiesta, que é parte integrante da Mostra Espanha, decorrerá de 25 a 30 de novembro, em Lisboa e regressa nesta edição à casa dos festivais, o Cinema São Jorge, estendendo-se também à Cinemateca Portuguesa com uma seleção de quatro filmes ― CineFiesta Heritage ― restaurados/digitalizados pela Filmoteca Espanhola.

Nesta nova edição estreitamos os laços com o efervescente circuito de festivais portugueses, convidando-os para fazerem parte da nossa programação. Durante seis dias, farão parte da programação filmes selecionados especialmente para o CineFiesta pelo IndieLisboa, o Doclisboa e o QueerLisboa. Contamos, de igual modo, com a contribuição da Filmin Portugal e da Spamflix que também nos trarão a sua seleção especial de filmes.

CineFiesta Heritage no Cinema São Jorge

A sessão CineFiesta que acontece no Cinema São Jorge apresenta 9 filmes com destaque para The Mystery of the PinK Flamingo. O filme com a história de um quadrado engenheiro de som que embrenha-se numa insólita investigação para revelar os segredos por trás do ícone kitsch por excelência, o Pink Flamingo. A sua estranha aventura converter-se-á inesperadamente numa viagem criativa em direção à autodescoberta, conhecendo pelo caminho figuras como a sensação da Internet Pink Lady of Hollywood, a guru da música Allee Willis, a banda pop Kero Kero Bonito ou o cineasta de culto John Waters. Rigo Pex, musicólogo, performer, apresentador e agitador cultural, também conhecido como Meneo, protagoniza o filme de Javier Polo, que revisita o documentário após o sucesso de Europe in 8 Bits, que estreou no IDFA.

A programação do CineFest pode ser vista aqui.

CineFiesta Heritage na Cinemateca Portuguesa

De 26 a 30 novembro, a Cinemateca Portuguesa acolhe a projeção de quatro filmes singulares que a Filmoteca Espanhola restaurou ou digitalizou no último ano. Quatro mostras diversas da riqueza patrimonial implícita no cinema e das possibilidades que revisitar a história da sétima arte pressupõe para entender o cinema contemporâneo. 

Quatro títulos recentemente restaurados, fruto de uma parceria com a Cinemateca Portuguesa

A mostra inicia-se com El jefe político (André Hugon, 1924) com acompanhamento musical ao vivo por Miquel Brunet que compôs uma nova banda sonora para este filme francês filmado entre Maiorca, Madrid e Paris e que percorre caminhos pouco usuais para o cinema da sua época. Celebraremos também os centenários de Fernando Fernán Gómez e Luis G. Berlanga com as projeções das respetivas primeiras obras: Esa pareja feliz (Luis G. Berlanga e Juan Antonio Bardem, 1951) e Manicomio (Fernando Fernán Gómez e Luis M. Delgado, 1953). Ambos os filmes, devido à falta de materiais originais, estiveram durante muito tempo afastados das salas de cinema e voltam agora a poder ver-se no grande ecrã pela primeira vez em muitos anos. 

Por fim, o programa fica completo com El diario rojo (Juan Carlos Olaria, 1982), um filme que esteve guardado numa gaveta durante várias décadas e que só recentemente, há apenas dois anos, viu a luz graças a um grupo de admiradores incondicionais do seu realizador. Uma ave rara, não só do cinema espanhol, mas do cinema europeu dos anos 80.

A programação do CineFiesta Heritage pode ser vista aqui.

Festa de Encerramento

O CineFiesta é Queer, Indie, Doc, Heritage… e também música! No sábado dia 27 de novembro acontece a Flamingo Party, a partir das 23h30 no Cinema São Jorge.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.